Todo conteúdo deste blog é publico.

Todo conteúdo deste blog é publico. Copie, imprima ou poste textos e imagens daqui em outros blogs. Vamos divulgar o Espiritismo.

quinta-feira, 22 de abril de 2010


Oportunidade da Paciência


Escuda-te na paciência.

Ninguém improvisa equilíbrio ou logra paz sem o investimento da perseverança, na vivência dos ideais enobrecedores.

A paciência resulta do comportamento ético que a criatura mantém em relação aos ideais que esposa fascinada pela significação deles.

O cristão, e em particular, o espírita, deve escudar-se na paciência a fim de atingir o êxito nos cometimentos a que se propõe.

Paciência é bênção da vida a quem respeita a vida.

Transbordam rios de problemas, ameaçando a barca da tua conduta?

Tem paciência. Amanhã a situação se terá modificado.

Chuvas torrenciais de aflições transformam o teu pomar de alegrias em caos onde abundam destroços?

Tem paciência. O dia novo trará sol amigo e abençoado que refará a paisagem com o auxílio da tua ação.

Enfermidade ultriz surpreende-te os passos quando te candidatas ao apostolado do bem?

Tem paciência. O despertar para a verdade, já é vivê-la, e o confiar nela, é dar início à sua realização.

Inimigos gratuitos forcejam a porta das tuas esperanças assacando calúnias e arrojando-te impropérios?

Tem paciência. Recolhes hoje as tempestades que semeaste, mas o futuro dar-te-á o fruto da sementeira que agora produzes.

A noite sombreia-se de dificuldades levando-te a conclusões pessimistas?

Tem paciência. Além da treva brilha a luz e, longe das tuas percepções débeis, há claridades desconhecidas a apontarem o rumo da vida.

Companheiros desertam do ideal que os sustenta?

Tem paciência. Eles estão comprometidos com a vida e, não podendo segui-lo, agora, avança tu.

Decepções assinalam as tuas atividades, no exercício do bem?

Tem paciência. A edificação do reino de Deus exige o trabalho puro e simples, mais a abnegação e o sacrifício com devotamento total.

Em todo lugar, em qualquer circunstância preserva a paciência.

Com paciência observarás a semente intumescer-se na intimidade da terra, o embrião surgir, a plântula desdobrar-se, agigantar-se o vegetal, coroar-se de flores, bendizer-se com frutos e perpetuar-se em sementes novas.

Pacientemente, o Pai opera sem descanso e o Mestre trabalha sem descoroçoamento. Não têm pressa na modificação das estruturas dos Orbes, da Terra, do homem. Esperam e esperam decisões felizes e a dedicação integral de cada qual.

Com paciência vencer-te-ás a ti próprio, superando limites, aprimorando aspirações, corrigindo imperfeições e, candidato que és à conquista da paz, chegarás além das sombras físicas, à plenitude da vida liberado o ditoso para a tua glória estelar.


Médium: Divaldo Franco – Espírito: Joanna de Angelis.

Um comentário:

  1. Carlos querido amigo, paciência é um constante exercício a ser trabalhado, pois a Vida nos testa a cada instante para que efetivamente aprendamos a tê-la. Paciência nos leva ao equilíbrio...
    Um grande abraço...

    ResponderExcluir