Todo conteúdo deste blog é publico.

Todo conteúdo deste blog é publico. Copie, imprima ou poste textos e imagens daqui em outros blogs. Vamos divulgar o Espiritismo.

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

PENÚRIA DE ESPÍRITO

Acreditarás talvez que nada possuis para dividir nas tarefas do bem; no entanto, pensa naqueles cujas provações foram somadas até o resultado da angústia extrema e cujos sofrimentos podes diminuir, através da multiplicação dos teus gestos de amor.

Não só isso.

Coloca-te, sinceramente, no lugar deles.

Se fosses o doente largado às horas, com que júbilo receberias os quinze minutos de companhia e de afeto que alguém te pudesse oferecer, repartindo contigo algum saldo de tempo.

Se estivesses na posição do obsidiado infeliz, com que reconforto recolherias as ligeiras instruções de algum companheiro que viesse a destacar humilde parcela do próprio conhecimento a fim de suprir-te a necessidade de paz e orientação!...

Em semelhante assunto, ao lado da penúria material, consideremos aquela outra, a penúria de espírito, para verificar que a divisão do entendimento e da bondade é recurso a ser aplicado, incessantemente, na contabilidade da vida!...

Reflete naqueles que foram ludibriados pela fortuna sem trabalho e resvalaram no tédio, às vezes comprando, a preço de ociosidade e imprudência, a ficha dourada que lhes assinala a presença no manicômio.

Calcula o suplício moral dos que se enganaram com as facilidades da inteligência, com menosprezo pelo serviço aos semelhantes, e acordaram, um dia, de consciência perdida nas teias da criminalidade.

Pensa no sofrimento das crianças desajustadas que se desenvolvem para o mundo entre a revolta e o desânimo e reflete naqueles companheiros outros da Humanidade que tombam diariamente, em frustração, conquanto instruídos e abastados, aniquilando nos excessos do álcool e nos abusos do entorpecente as melhores possibilidades da reencarnação promissora!...

Comumente admitimos que, a rigor, a obra de assistência é trabalho tão-somente atribuível às forças administrativas do campo oficial através da conjugação de verbas gigantescas que suprimam as exigências imediatas do corpo.

Ainda assim, por enquanto as exigências da alma sobram em grande número.

Desespero, aflição, desencanto, rebeldia, ódio, desequilíbrio, obsessão e loucura são males que nem sempre o apoio amoedado consegue socorrer.

Para a eliminação da penúria de espírito, essencialmente só existe um remédio – o amor; no entanto, para que o amor se transfira por bênção, de criatura a criatura, é imperioso aprendamos a dividir, uns com os outros, as infinitas riquezas do coração.

Livro: Rumo Certo, lição 31 – Médium: Chico Xavier – Espírito: Emmanuel.
Fonte da imagem: Internet Google.

Um comentário:

  1. Boa tarde querido amigo embora eu tenha andado ausente nas visitas estou com voce em espirito e coração sempre ,lindo maravilhoso texto de Emmanuel
    quem déra podesemos todos compreender o valor de alguns minutos de atenção a alguem o valor de uma prece de um abraço um afago nos cabelos nos ombros cansados minutos de aféto e carinho não podem ser pagos por dinheiro algum um abraço meu irmão muita luz marlene

    ResponderExcluir