Todo conteúdo deste blog é publico.

Todo conteúdo deste blog é publico. Copie, imprima ou poste textos e imagens daqui em outros blogs. Vamos divulgar o Espiritismo.

sábado, 19 de março de 2011


A Senha

Sonhei que Eu estava em um enorme jardim,
neste sonho não tinha dor, era só amor,
e uma felicidade sem fim.

Comecei a contemplar a natureza, e pensei:
Meu Deus quanta beleza, envolta de tanta riqueza.
Talvez não merecia estar ali.

Caminhei um pouco mais, não pude deixar de notar,
Lírios com o seu perfume, rosas a bailar.

Os pássaros formavam uma orquestra,
Rios e cascatas embelezavam o lugar.

Crianças cantarolavam lindas canções de ninar,
Era a presença do Mestre Jesus, Iluminando aquele lugar.

Sentei sobre uma sombra fresca, de um enorme Jatobá,
quando uma voz meiga e suave começou a me falar:

Era a minha querida Mamãe,
Que há muito tempo partiu.

Conversamos por longo tempo até chegar
o momento e a hora do regressar.

Acordei um tanto emocionado, coração
descompassado mas, consegui suportar.

Naquele sonho maravilhoso,
Ficou uma linda mensagem de esperança
e de felicidade.

A senha para adentrar neste mundo é A CARIDADE...


Denílson Ferreira da Silva

2 comentários:

  1. Olá amigo!

    Que lindo este poema!
    Este lugar só pode ser o paraíso...
    Tão diferente deste mundo de dores e expiações.

    Um excelente fim de semana! Bom descanso.

    Abraço,

    Gislene.

    ResponderExcluir
  2. Oi querida Gislene; lindo poema mesmo.
    Que você tenha um ótimo final de semana também.
    Beijos,
    Carlos

    ResponderExcluir