Todo conteúdo deste blog é publico.

Todo conteúdo deste blog é publico. Copie, imprima ou poste textos e imagens daqui em outros blogs. Vamos divulgar o Espiritismo.

domingo, 15 de maio de 2011

O EXÉRCITO PODEROSO




O exército poderoso, à nossa disposição, está constituído, na atualidade, por vinte e três soldadinhos do progresso.


Separam-se, movimentam-Se, entrelaçam-se e dominam o grande país das idéias.


Sem eles, cresceríamos para a sombra, quando não para a brutalidade.


Em companhia desses auxiliares pequeninos, penetramos os santuários da ciência e da arte, aperfeiçoando a vida.


Quem os não conhece?


Estão nos documentos mais importantes.


Fazem as mensagens telegráficas e as receitas dos médicos.


Dão notícias de outras regiões e de outros climas.


Contam as surpresas do Céu, explicam alguma coisa das estrelas longínquas.


Fornecem avisos preciosos.


São emissários do carinho entre os filhos e as mães distantes.


Raros recordam os benefícios imensos que todos devemos a esses ajudantes minúsculos. No entanto, eles nos servem sem recompensa. Nada reclamam pelo trabalho que nos prestam. Alimentam as raízes dos valiosos conhecimentos dos administradores, dos juizes, dos médicos, dos artistas, sem qualquer remuneração.


Instrumentos das luzes espirituais que se transmitem, de cérebro a cérebro, enriquecem a vida; porém, assim como quase nunca nos lembramos de louvar a água, o vento e a planta, que representam gloriosas dádivas do Altíssimo, muito raramente lhes observamos os serviços. Jamais se cansam. Vivem no pensamento, de onde se expandem, amparando-nos os interesses e as realizações.


Os maus se utilizam deles para fazer a guerra; os bons empregam-nos na edificação da paz e do conforto, para a redenção e felicidade do mundo.


Esses soldadinhos humildes e prestimosos são as letras do alfabeto. Sem a cooperação deles, o mundo não seria tão belo e a vida não seria tão boa, porque o acesso ao reino espiritual se tornaria extremamente difícil.


Aprender a trabalhar com esses pequenos auxiliares da inteligência é buscar tesouros imperecíveis.


O castelo da cultura humana começa sobre a colaboração deles e vai até à pátria divina, onde mora a sabedoria dos anjos.




Livro: Alvorada Cristã – Médium: Chico Xavier – Espírito: Néio Lúcio.
Fonte da imagem: Internet

2 comentários:

  1. Maravilhoso texto, Carlos. Prende a atenção até o final. Ficamos pensando: quem serão esses pequenos seres? Duendes? Gnomos? Não. A Doutrina não fala desses pequeninos seres do mundo da fantasia. As letras. Sem elas, não haveria comunicação entre os dois mundos, tão próximos e ao mesmo tempo, tão distantes de nós. Grande abraço.

    ResponderExcluir
  2. Linda lição mesmo cara amiga Maria José.
    Um abraço,
    Carlos

    ResponderExcluir