Todo conteúdo deste blog é publico.

Todo conteúdo deste blog é publico. Copie, imprima ou poste textos e imagens daqui em outros blogs. Vamos divulgar o Espiritismo.

sábado, 14 de abril de 2012

Coroa de Espinhos

Contam que, após o Dia do calvário
Ao retornar o monte em que Jesus
O Filho Amado, envolto em grande luz
Expirava tranqüilo e solitário.

Maria, na esperança que conduz
De amenizar a dor do seu fadário
Procurava no místico cenário
O que restara D’ELE, além da cruz.

No chão que percorria passo a passo
Eis que vislumbra, num pequeno espaço
Algumas rosas que ninguém colhera...
É que, arrancada à fronte do Senhor

E esquecida no solo abrasador
A coroa de espinho florescera!...

Aura Celeste – Médium: Carlos A Baccelli
Fonte da imagem: Internet Google.

2 comentários:

  1. Maravilhoso poema e exemplo deixado pela passagem de Cristo na Terra. Toda dor nos traz crescimento, lições preciosas, nos ensina superação e consequentemente, transmutação. "Espinhos" transformam-se em "flores".
    Feliz semana querido amigo, fique na paz, beijos,
    Valéria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lindo mesmo querida Valéria.
      Felicidades... Beijos,
      Carlos

      Excluir