Todo conteúdo deste blog é publico.

Todo conteúdo deste blog é publico. Copie, imprima ou poste textos e imagens daqui em outros blogs. Vamos divulgar o Espiritismo.

sexta-feira, 30 de julho de 2010


É Razoável Pensar Nisto


A paciência não é um vitral gracioso para as suas horas de lazer. É amparo destinado aos obstáculos.

A serenidade não é jardim para os seus dias dourados. É suprimento de paz para as decepções de seu caminho.

A calma não é harmonioso violino para as suas conversações agradáveis. É valor substancial para os seus entendimentos difíceis.

A tolerância não é saboroso vinho para os seus minutos de camaradagem. É porta valiosa para que você demonstre boa vontade, ante os companheiros menos evolvidos.

A boa cooperação não é processo fácil de receber concurso alheio. É o meio de você ajudar ao companheiro que necessita.

A confiança não é um néctar para as suas noites de prata. É refugio certo para as ocasiões de tormenta.

O otimismo não constitui poltrona preguiçosa para os seus crepúsculos de anil. É manancial de forças para os seus dias de luta.

A resistência não é adorno verbalista. É sustento de sua fé.

A esperança não é genuflexório de simples contemplação. É energia para as realizações elevadas que competem ao seu espírito.

Virtude não é flor ornamental. É fruto abençoado do esforço próprio que você deve usar e engrandecer no momento oportuno.


Livro: Agenda Cristã – Médium: Chico Xavier – Espírito: André Luiz.

2 comentários:

  1. Carlos querido, que texto magnífico...a nos ensinar que temos que desenvolver estas qualidades, não somente quando tudo parece bem para nós, mas também nos momentos difíceis, pois são nestes momentos que vemos efetivamente se as adquirimos...
    Tenha um maravilhoso final de semana amigo!
    Beijos...
    Valéria
    Valéria

    ResponderExcluir
  2. É verdade, querida amiga Valéria! Estas qualidades são essenciais para o desenvolvimento das nossas potencialidades rumo à perfeição através da escola na vida física.
    Tenha também um lindo final de semana, querida.
    Beijos,
    Carlos

    ResponderExcluir