Todo conteúdo deste blog é publico.

Todo conteúdo deste blog é publico. Copie, imprima ou poste textos e imagens daqui em outros blogs. Vamos divulgar o Espiritismo.

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

ABENÇOAR E COMPREENDER


Ressentimento não se constitui tão-só do azedume que se nos introduz no espírito, quando a incompreensão nos torna intolerantes, à frente das grandes dificuldades de alguém.


Existem igualmente os pequeninos contratempos do cotidiano que, sem a precisa defesa da vigilância, acabam por transformar-nos o coração em vaso de fel, a expelir germes de obsessão e desequilíbrio, ambientando a enfermidade ou favorecendo a morte.


Analisemos essas diminutas irregularidades que nos será lícito classificar como sendo cargas de sombra íntima:


O descontentamento à mesa porque a refeição não apresente o prato ideal;


a impaciência ante a condução retardada;


a indisposição contra o clima;


a contrariedade em serviço;


o constrangimento para desculpar um amigo;


o mal-estar perante um desafeto;


o melindre desperto, em ouvindo opiniões que se nos mostrem desfavoráveis;


o desagrado nas compras;


o desgosto injustificável em família, unicamente pelo motivo desse ou daquele parente não pensar pela nossa cabeça;


os cuidados exagerados com obstáculos naturais na experiência comum;


a pressa e a agitação desnecessárias;


o descontrole ante uma visita-problema;


a exasperação diante de uma tarefa extraprograma;


o desespero contra as provas inevitáveis que a vida nos oferece a cada um.


Tanto pesa na balança o quilo de chumbo em massa, quanto o quilo de paina depositado, de haste em haste.


Meditemos, em torno disso, e reconheceremos que o perdão incondicional deve também alcançar as mínimas circunstâncias que se nos façam adversas. Em síntese, para que a paz more conosco, assegurando-nos proveito e alegria, nos caminhos do tempo, é forçoso não apenas trabalhar e servir sempre, mas igualmente compreender e abençoar.


Livro: Mãos Unidas – Médium: Chico Xavier – Espírito: Emmanuel.
Fonte da imagem: Internet

5 comentários:

  1. Maravilhosas estas palavras de Emmanuel...tenho um texto que ainda não publiquei que fala mais ou menos nisto também... no quanto facilmente diante de pequenas coisas e situações da vida , nós perdemos todo nosso equilíbrio.
    Que seja de luz e paz sua semana meu querido amigo...beijos
    Valéria

    ResponderExcluir
  2. meu querido Carlos abençoar compreender
    perdoar sentimentos divinos de amor
    infinito que nos eleve mais perto de Deus
    adorei tambem esta prece tão linda da semana
    que nos fala da dor deos sofrimentos e da aceitação,de tudo que nos vier,para nosso crescimento espiritual,linda psicografia parabens grata por compartilhar bjs marlene

    ResponderExcluir
  3. Amado irmã Carlos,

    a mensagem é simplesmente belíssima.

    Um abraço de luz

    ResponderExcluir
  4. "Em síntese, para que a paz more conosco, assegurando-nos proveito e alegria, nos caminhos do tempo, é forçoso não apenas trabalhar e servir sempre, mas igualmente compreender e abençoar."
    Ressentimentos e desiquilíbrios transfomam em venenos, turvam nosso espírito,é preciso ficar atento para os contratempos que surgem no dia a dia,trabalhar nosso sentimento para que se possa compreender e aceitar com gratidão e agradecer.
    Boa noite
    Amigo Carlos

    ResponderExcluir
  5. Valéria querida, orar e vigiar para não cair em desequilíbrios e tentações.
    Muita luz a você também.
    Beijos,
    Carlos

    Amiga Marlene, como sempre muito gentil e carinhosa.
    Beijos,
    Carlos

    Grato pela visita querida amiga Esperança.
    Felicidades,
    Carlos

    Selma irmã querida, seus comentários são perfeitos como sempre.
    Beijos,
    Carlos

    ResponderExcluir